Arquivo da tag: Death Metal Melódico

Amon Amarth – Surtur Rising (2011)

press-amon-amarth-surtur-rising-cover

Vamos criar uma situação aqui: você coloca o álbum Sutur Rising (do Amon Amarth) em minha frente, e me pergunta como eu o definiria. Certamente, se algo assim fosse feito, minha resposta seria algo mais ou menos como: “O tipo de trabalho que te dá uma porrada, joga sua cabeça na parede e faz com que você peça por mais.” Ou, em uma palavra: “Obra-prima.” Detalhe: nunca tinha ouvido coisa alguma da banda.

Sutur Rising é perfeito. Há tempos que eu não tinha tido contato com um trabalho tão visceral quanto este, sério. A última vez que tive semelhante sensação foi com o Unto the Locust (2011), do Machine Head. Foi-me uma grata surpresa; esperava algo ruim, principalmente por conta de toda a temática Viking que envolve o trabalho do Amon Amarth – o que me lembra bastante o péssimo Manowar. Mas acontece que resolvi dar uma chance a este disco, que estava há tempos me “cutucando” por conta de uma recomendação; o resultado da audição já é sabido.

O que mais me impressiona é que todas as faixas são de altíssima qualidade, de modo que todo o álbum soa extremamente sólido, sem aquela pequena pedra no sapato denominada por muitos como “faixa encheção de linguiça”. É um completo tiroteio sonoro, porradeiro; sendo assim, extremamente divertido. Possui características de Viking Metal (o subgênero onde a obra melhor se encaixaria), Death Metal Melódico e um pouquinho (de forma muito, mas muito sutil – quase imperceptível, praticamente) de Power Metal.

O tipo de som brutal, com uma pegada bárbara. Perfeito para acompanhar uma caneca de cerveja.

Victor Ramos

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Resenha